De que se trata o artigo:

Este artigo descreve a importância dada ao teste de software pelas metodologias ágeis. Ao longo do artigo, discutimos porque o teste é considerado a mola mestra que viabiliza a implementação de muitos princípios ágeis, assim como, porque o teste é usado para reduzir o tempo gasto pelos desenvolvedores em depuração e correção de defeitos. Além disso, são apresentados os tipos de testes executados pela perspectiva do desenvolvedor, cliente e testador.

Em que situação o tema útil:

Este artigo destina-se a diretores de tecnologia, desenvolvedores e profissionais da área de teste e qualidade de software interessados em conhecer as principais diferenças entre a abordagem de testes usada em metodologias de desenvolvimento tradicionais em relação ao teste ágil. Além disso, este artigo tem o objetivo de apresentar o corpo de conhecimento mínimo necessário para testadores e analistas de qualidade interessados em contribuir para times de desenvolvimento que adotam métodos ágeis.

Resumo DevMan:

Este artigo descreve a importância dada ao teste de software pelas metodologias ágeis. Ao longo do artigo, discutimos porque o teste é considerado a mola mestra que viabiliza a implementação de muitos princípios ágeis, assim como, porque o teste é usado para reduzir o tempo gasto pelos desenvolvedores em depuração e correção de defeitos. Além disso, são apresentados os tipos de testes executados pela perspectiva do desenvolvedor, cliente e testador.

O desenvolvimento ágil é fruto da constatação feita, de forma independente, por diversos profissionais na área de engenharia de software de que, apesar de terem aprendido segundo a cartilha tradicional, só conseguiam minimizar os riscos associados ao desenvolvimento de software pensando e agindo de forma muito diferente do que tradicionalmente está nos livros. Estes profissionais, a maioria veteranos consultores para projetos de softwares, decidiram reunir-se no início de 2001 durante um workshop realizado em Snowbird, Utah, EUA.

Embora cada envolvido tivesse suas próprias práticas e teorias preferidas, todos concordavam que, em suas experiências prévias, os projetos de sucesso tinham em comum um pequeno conjunto de princípios. Com base nisso eles criaram o Manifesto para o Desenvolvimento Ágil de Software, freqüentemente chamado apenas de Manifesto Ágil. Os valores descritos no Manifesto Ágil priorizavam:

· Indivíduos e interação entre eles ao invés de processos e ferramentas;

· Software em funcionamento ao invés de documentação abrangente;

· Colaboração com o cliente ao invés de negociação de contratos;

· Responder a mudanças ao invés de seguir estritamente um plano.

Adicionalmente, o Manifesto ágil preconizava os seguintes princípios fundamentais:

· Nossa maior prioridade é satisfazer o cliente através da entrega contínua de software de valor;

· Aceitar mudanças de requisitos (processos ágeis se adéquam a mudanças, para que o cliente possa tirar vantagens competitivas);

· Entregar software funcionando com frequência, na escala de semanas até meses, com preferência aos períodos mais curtos;

· Pessoas relacionadas à negócios e desenvolvedores devem trabalhar em conjunto e diariamente, durante todo o curso do projeto;

· Construir projetos ao redor de indivíduos motivados. Dando a eles o ambiente e suporte necessário, e confiar que farão seu trabalho;

· O método mais eficiente e eficaz de transmitir informações para um time de desenvolvimento é através de uma conversa cara a cara;

· Software funcional é a medida primária de progresso;

· Processos ágeis promovem um ambiente sustentável. Os patrocinadores, desenvolvedores e clientes, devem ser capazes de manter indefinidamente, passos constantes;

· Contínua atenção à excelência técnica e bom design, aumenta a agilidade;

· Simplicidade: a arte de maximizar a quantidade de trabalho que não precisou ser feito;

· As melhores arquiteturas, requisitos e designs emergem de times auto-organizáveis, motivados e confiantes;

· Em intervalos regulares, o time reflete em como ficar mais efetivo, então, se ajustam e otimizam seu comportamento de acordo.

...
Quer ler esse conteúdo completo? Seja um assinante e descubra as vantagens.
  • 473 Cursos
  • 10K Artigos
  • 100 DevCasts
  • 30 Projetos
  • 80 Guias
Tenha acesso completo