Por que eu devo ler este artigo:

O desenvolvimento de aplicações de banco de dados no Delphi é sem sombra de dúvidas um de seus grandes pilares de excelência. Aliado a isso, a história nos mostra o Firebird como sendo uma das principais escolhas em SGDB para este tipo de aplicação. Por esta razão, conhecê-lo se torna algo essencial para a efetiva construção de tais projetos, o que acaba por envolver sua plena criação e manutenção.

Em vista disso, este artigo apresenta o TMS Data Modeler, ferramenta voltada à sustentabilidade de diversos tipos de bancos de dados diferentes, incluindo o Firebird.

De forma sucinta, o TMS Data Modeler pode ser definido como sendo uma ferramenta visual de banco de dados, de cunho comercial, produzida pela empresa TMS Software. Sua principal característica está associada à sua usabilidade, provida através de uma interface visual clara, intuitiva e eficiente o bastante para as tratativas que envolvem os mais diferentes tipos de bancos de dados suportados, tais como Oracle, Microsoft SQL Server, MySQL e Firebird.

Em outras palavras, o TMS Data Modeler integra num único ambiente, soluções para as questões de modelagem, criação e manutenção de banco de dados. Já neste primeiro momento vale destacar um aspecto peculiar da ferramenta, que é o seu trabalho com “projetos de banco de dados”. Sendo assim, para que as tratativas aconteçam, é invariavelmente necessária a criação prévia de um Projeto.

Download e instalação

O uso do TMS Data Modeler envolve a aquisição de uma licença de uso comercial para um (Single Developer License) ou dois desenvolvedores (Small Team License). Todavia, assim como a grande maioria das ferramentas pagas, é disponibilizada de forma gratuita (ver seção Links), numa vigência de 30 dias, uma versão Trial de avaliação.

Para este trabalho, será tomada como base a versão 2.2.3.1 (Figura 1), que se mostrava a mais atual até a data da escrita deste artigo. Em termos de instalação, o produto segue o tradicional padrão Windows (Next-Next-Finish), dispensando qualquer comentário adicional. Já em sua primeira execução, um pequeno lembrete é mostrado, mencionando o tipo de distribuição do produto (shareware), bem como os dias restantes de avaliação (Figura 2).

Figura 1. TMS Data Modeler – tela inicial de instalação

Figura 2. TMS Data Modeler – mensagem inicial de execução

Recursos

Dentre os inúmeros recursos trazidos pelo TMS Data Modeler, alguns deles podem ser destacados, conforme listados a seguir:

· Usabilidade facilitada através de uma interface de usuário simples e intuitiva;

· Suporte otimizado aos principais SGBDs do mercado, os quais são condizentes ao cenário Delphi, tais como: Firebird, Oracle, MS SQL Server, SQLite e MySQL, além do serviço de banco de dados na nuvem da Microsoft, o SQL Azure;

· Agilidade no processo de leitura e escrita das atividades desempenhadas, uma vez que lida com um formato de arquivo próprio (.dgp);

· Produção de scripts SQL, tanto para a criação de um banco de dados novo quanto para atualização de uma base existente;

· Engenharia reversa, para a visualização e ajustes na estrutura de um banco de dados efetivo;

· Controle de versão do banco de dados, provendo recursos suficientes para mapear e acompanhar as mudanças surgidas ao longo do tempo;

· Recursos para modelagem: criação de DER (Diagrama Entidade Relacionamento);

· Conversão de banco de dados para diferentes SGBDs.

Interface

A interface de usuário do TMS Data Modeler adota o padrão Ribbon, tal como mostra a Figura 3, que é um estilo de interface introduzido pelo Microsoft Office 2007, cuja intenção é melhorar ainda mais a experiência do usuário, através do uso de elementos mais representativos. Prova disso, são os botões mostrados na aba Home, que ficam dispostos em grupos de interesse, tais como Project, Create, Versions e Show/Hide.

abrir imagem em nova janela

Figura 3. Interface do TMS Data Modeler

Sem deixar de mencionar, a seguir são descritas algumas das funcionalidades providas pela ferramenta através destes botões:

· Generate Script: a partir de uma prévia seleção dos tipos de objetos pertencentes ao banco de dados em questão, produz um script SQL de cri ...

Quer ler esse conteúdo completo? Seja um assinante e descubra as vantagens.
  • 473 Cursos
  • 10K Artigos
  • 100 DevCasts
  • 30 Projetos
  • 80 Guias
Tenha acesso completo