Do que trata o artigo

Este artigo trata do uso da IDE Visual Web Developer 2010 Express, uma ferramenta gratuita, utilizada para o desenvolvimento de aplicações Web em ASP.NET Web Forms, ASP.NET MVC, WCF etc. A mesma é muito similar ao Visual Studio 2010, com a vantagem de ser free.

Em que situação o tema é útil

O tema é útil para quem deseja iniciar na plataforma .NET e não tem a possibilidade de adquirir a versão paga do Visual Studio ou até mesmo, para aqueles que desejam utilizar soluções gratuitas para o desenvolvimento na plataforma .NET.

Resumo do De Man

O objetivo da primeira parte deste artigo é mostrar como funciona a criação de projetos em ASP.NET no Visual Web Developer 2010 Express. A ideia é conhecermos os principais tipos de projetos disponíveis nesta IDE. Além disso, iremos entender as principais características de cada projeto. Este artigo será dividido em duas partes, onde ao final, você terá conhecimento suficiente para criar aplicações utilizando a tecnologia ASP.NET e o .NET Framework.

Um dos principais fatores para o constante crescimento da plataforma .NET é (sem dúvida alguma) sua IDE, denominada de Visual Studio. A ferramenta é bastante completa, principalmente se comparado a outras ferramentas do mercado e, até mesmo, a IDE’s de outras tecnologias.

Suas possibilidades são as mais variadas possíveis, desde a criação de um simples projeto em ASP.NET, como da possibilidade de gerenciar banco de dados, sem a necessidade de utilizar uma segunda ferramenta. Na prática, você programador, pode desenvolver seu projeto e, ao mesmo tempo, desenvolver/gerenciar seus databases.

Nota do DevMan

IDE (Integrated Development Environment ou Ambiente Integrado de Desenvolvimento) é um programa de computador que reúne características e ferramentas de apoio ao desenvolvimento de software com o objetivo de agilizar este processo. Geralmente as IDEs facilitam a técnica de RAD (Rapid Application Development ou Desenvolvimento Rápido de Aplicativos), que visa a maior produtividade dos desenvolvedores.

O objetivo deste artigo é mostrar a versão express do Visual Studio (para desenvolvimento Web) da Microsoft, denominada de Visual Web Developer. Nesta primeira parte, conheceremos seus principais recursos na criação de projetos ASP.NET.

A Microsoft geralmente disponibiliza uma série de versões para o Visual Studio, que vão desde versões gratuitas a versões pagas, esta última, com possibilidades maiores, por exemplo, trabalhar com testes, UML, performance de aplicações etc.

Não irei entrar em detalhes e muito menos realizar um comparativo com todas as versões, afinal, nosso objetivo aqui, é entender a versão Express do Visual Studio 2010.

Nota do DevMan

UML (Unified Modeling Language) é uma linguagem de modelagem. A mesma não é uma metodologia de desenvolvimento, desta forma, você não deve seguir uma sequência de passos ou até mesmo, começar por X ou por Y. Basicamente, a UML permite que desenvolvedores visualizem os produtos de seus trabalhos em diagramas padronizados. Junto com uma notação gráfica, a UML também especifica significados, isto é, semântica. É uma notação independente de processos, embora o RUP (Rational Unified Process) tenha sido especificamente desenvolvido utilizando a UML. É importante distinguir entre um modelo UML e um diagrama (ou conjunto de diagramas) de UML. O último é uma representação gráfica da informação do primeiro, mas o primeiro pode existir independentemente. RUP (Rational Unified Process ou Processo Unificado Racional) é um processo proprietário de Engenharia de software criado pela Rational Software Corporation, adquirida pela IBM, ganhando um novo nome IRUP que agora é uma abreviação de IBM Rational Unified Process e tornando-se uma brand na área de Software, fornecendo técnicas a serem seguidas pelos membros da equipe de desenvolvimento de software, com o objetivo de aumentar a sua produtividade no processo de desenvolvimento. O mesmo utiliza a abordagem da orientação a objetos em sua concepção e é projetado e documentado utilizando a notação UML (Unified Modeling Language) para ilustrar os processos em ação. Utiliza técnicas e práticas aprovadas comercialmente.

...

Quer ler esse conteúdo completo? Seja um assinante e descubra as vantagens.
  • 473 Cursos
  • 10K Artigos
  • 100 DevCasts
  • 30 Projetos
  • 80 Guias
Tenha acesso completo