Neste QuickUpdate quero trazer para você leitor alguns pontos importantes no novo sistema operacional da Microsoft e o que isso pode implicar na vida de seu software em médio e longo prazo.

Na tentativa de acompanhar o mercado pós-PC, a Microsoft preparou uma versão do Windows que poderá ser executada não apenas em PCs, mas em Tablets e Smartphones. Para conseguir isso todo o conceito Windows foi revisto, replanejado.

A primeira parte da mudança foi a reformulação visual. Foi preciso deixar de lado simples botões, caixas de diálogo e criar algo novo que se adaptasse facilmente à resolução de dispositivos menores e também à dos maiores. Mas a mudança foi além disso, era preciso criar algo novo, nada parecido com que já existia, algo que trouxesse facilidade para o usuário. Assim nasce o padrão visual Metro. Este foi implementado primeiramente no sistema operacional Windows Phone (Figura 1), que está no mercado há mais de um ano e somente agora está ganhando seu devido espaço na mídia através da parceria entre Microsoft e Nokia.

Figura 1. Windows Phone

As premissas deste novo visual são:

• Ser limpo, leve, aberto e rápido: Isso foi alcançado pela remoção de elementos que acharam não necessários. Deixar apenas o que parecia importante fez com que a equipe de desenvolvimento focasse nas respostas que interface de usuário deveria ter, de forma que a tornasse inteligente, rápida e responsiva;

• Possuir movimentos vivos: As transições entre telas são tão importantes quando o próprio design das mesmas, principalmente porque essa movimentação caracteriza a interface e ajuda a criar um senso comum sobre o sistema de navegação, deixando a usabilidade mais natural possível;

...
Quer ler esse conteúdo completo? Seja um assinante e descubra as vantagens.
  • 473 Cursos
  • 10K Artigos
  • 100 DevCasts
  • 30 Projetos
  • 80 Guias
Tenha acesso completo