Por que eu devo ler este artigo:

Uma interface com usuário bem elaborada é fundamental para o sucesso da app desenvolvida.

Abordaremos neste artigo as boas práticas em relação a entrada de dados no Android para apresentar métodos e técnicas de inserção de valores através do uso de teclado e gestos, tendo como objetivo melhorar experiência para o usuário do dispositivo.

De acordo com relatórios de uma pesquisa feita no ano de 2013 pela Google, cerca de 30% das pessoas preferem ficar sem televisão do que smartphone.

O uso do smartphone é tão intenso que está ocorrendo uma enorme transformação em tarefas comuns como, por exemplo, se locomover pelo mundo associada à tarefa de encontrar um determinado local desejado.

Cerca de 89% dos usuários de smartphone buscam informações de locais e 90% tomam decisões de ir ou não ao local com base nas informações pesquisadas.

A grande maioria (92%) dos usuários de dispositivos móveis utilizam seus aparelhos para interagir com o mundo externo através do uso de alguma rede social e alguns desses usuários que acessam uma rede social fazem essa tarefa mais de uma vez ao dia.

Para utilizar o smartphone, o usuário não tem horário e nem lugar. Apesar da maior parte do tempo a utilização do aparelho ser feita em casa, também ocorre uso no trabalho, restaurante, lojas e inclusive no trânsito.

Sendo assim, a interação tem que ser imediata e instantânea, pois o usuário pode ter um tempo muito curto para manusear o dispositivo, sendo no instante que o semáforo fecha até abrir novamente.

O smartphone se tornou um enorme concorrente para outras tarefas, pois 90% das pessoas utilizam o aparelho enquanto fazem outras atividades como ouvir música, assistir TV, usar Internet, ler jornal, revista ou livro, jogar videogames.

Essa necessidade de rapidez de interação entre o usuário e o smartphone tem despertado uma atenção maior dos desenvolvedores e analistas, pois uma interface amigável e uma boa prática de entrada de dados podem ser decisivas para que a sua app obtenha um número maior de downloads do que seu concorrente.

Toques e gestos usados

O sistema Android é baseado em dispositivos com tela sensível ao toque, também chamado de touchscreen. No Android podemos contar com uma série de APIs que nos ajudam a reconhecer e disparar eventos através da ação do usuário ao tocar na tela.

Uma atenção que o desenvolvedor deverá ter ao desenvolver é que a sua aplicação não deverá depender somente do toque. Devemos ter a consciência de que a interação através de touch pode não estar sempre acessível para todos os tipos de usuários.

Para oferecer ao usuário uma experiência única e mais intuitiva, devemos estar atentos às especificações do Android para interações através de gestos e toques. No site de apoio do desenvolvedor Android podemos encontrar um manual com dicas para o design poder melhorar ainda mais a experiência do usuário.

Dentre uma grande variedade de toques, podemos destacar alguns como gestos comuns que são utilizados com mais frequência. O gesto mais comum de ser utilizado é o touch, que é disparado quando o usuário dá apenas um toque na tela, podendo ocorrer com um dedo ou mais.

Quando um gesto é executado, temos dois momentos de detecção da ação do usuário na tela do dispositivo:

  • Coleta de dados no momento em que o dedo é encostado no display;
  • Interpretar o estímulo do usuário para ver se ele atende aos requisitos de algum evento de gesto.

Classes de suporte aos gestos

Nos trechos a seguir veremos exemplos da classe GestureDetectorCompat, responsável por decifrar qual o tipo de gesto foi realizado pelo usuário e o MotionEventCompat, que deve ser utilizado em conjunto com o GestureDe ...

Quer ler esse conteúdo completo? Seja um assinante e descubra as vantagens.
  • 473 Cursos
  • 10K Artigos
  • 100 DevCasts
  • 30 Projetos
  • 80 Guias
Tenha acesso completo