Por que eu devo ler este artigo:Este artigo visa fornecer uma visão geral do ciclo de gerenciamento de projetos nas grandes empresas, analisando o que é um planejamento estratégico, como são priorizados os projetos, de que forma a integração da demanda pode contribuir e as lições que podem ser aprendidas durante seu planejamento e execução. Através deste artigo, o leitor poderá ter uma visão geral e atualizada de como surgem os projetos dentro de uma organização. Será possível observar seu ciclo de vida, de que forma ele é priorizado, como o planejamento estratégico influencia na decisão de sua construção, a curva S como forma de exibir sua situação financeira e de que forma é percebida e documentada toda experiência vivida durante seu planejamento e execução.

As empresas vêm buscando identificar, com mais precisão, quais são os projetos certos (lucrativos) a serem executados, e com isso montar um portfólio mais rentável, a curto, médio e longo prazo. Quando se fala em gerenciamento de projetos nas grandes empresas, devemos estudar e avaliar todo o contexto no qual os projetos estão inseridos e todos os benefícios que este gerenciamento traz para a empresa. Podemos dizer que os projetos não passam de ideias (necessidades), é apenas o meio de se alcançar um objetivo maior, e que na maioria das vezes, estão diretamente associados ao planejamento estratégico da organização.

Para que essa ideia (necessidade) seja priorizada, é necessário identificar sua relevância, sua importância estratégica, seus benefícios x custo e etc. A empresa precisa saber se possui recursos humanos e financeiros disponíveis para esta execução, e se os retornos financeiros esperados desses investimentos atendem ao alinhamento estratégico organizacional.

Como surgem os projetos na organização?

Surgem da necessidade das empresas de operacionalizar um planejamento estratégico, através de objetivos e metas bem definidos, que convergem de forma específica para uma necessidade real da organização (planejada ou não). Um projeto pode surgir de diversas formas:

· Demanda de mercado – Podemos citar como exemplo uma companhia automobilística que autoriza um projeto para a fabricação de carros energeticamente eficientes em resposta à escassez de gasolina;

· Oportunidade/necessidade estratégica de negócios - Por exemplo, uma empresa de treinamento autoriza um projeto para criar um novo curso para aumentar sua receita;

· Necessidade de natureza social – Como uma organização não governamental de um país em desenvolvimento, por exemplo, que autoriza um projeto para fornecer sistemas de água potável, latrinas e educação sanitária às comunidades vítimas de altos índices de doenças contagiosas;

· Consideração ambiental - Por exemplo, uma companhia de serviços públicos autoriza um projeto para criar um novo serviço de compartilhamento de carros elétricos para reduzir a poluição;

· Solicitação de cliente – Podemos exemplificar como uma companhia de energia elétrica que autoriza um projeto de construção de uma nova subestação para atender a um novo parque industrial;

· Avanço tecnológico - Por exemplo, uma empresa de produtos eletrônicos autoriza um novo projeto para desenvolver um laptop mais veloz, mais barato e menor em decorrência dos avanços em memória computacional e tecnologia eletrônica e;

· Requisito legal – Por exemplo, um fabricante de produtos químicos autoriza um projeto para estabelecer diretrizes para o manuseio correto de um novo material tóxico.

Como podemos perceber, os pro ...

Quer ler esse conteúdo completo? Seja um assinante e descubra as vantagens.
  • 473 Cursos
  • 10K Artigos
  • 100 DevCasts
  • 30 Projetos
  • 80 Guias
Tenha acesso completo