Por que eu devo ler este artigo:O Scrum é um framework para o gerenciamento ágil de projetos de software. Este artigo é útil a todas as pessoas que buscam um desenvolvimento de software através dos métodos ágeis. O uso do Scrum traz maior agilidade no acompanhamento das atividades do projeto e contribui para que a equipe foque nos itens de maior valor agregado para o cliente. Neste contexto, este artigo apresenta o framework ágil Scrum e demonstra de forma prática sua aplicação em um projeto de exemplo.

O Scrum é um framework para o gerenciamento de projetos ágeis. Por ser ágil, ele prioriza a satisfação dos clientes entregando o software com maior rapidez e qualidade. O framework Scrum é leve e de fácil entendimento e pode ser utilizado em diversos tipos de desenvolvimento como, por exemplo: em sistemas embarcados, aplicações para redes de computadores, software comercial, websites, aplicações para telefones celulares e smartphone, controladores de satélite, entre outros.

O Scrum apresenta diversas características, as principais são:

· A participação dos clientes no projeto;

· Entregas frequentes e intermediárias com as funcionalidades finalizadas;

· Planos de mitigação de riscos;

· Os problemas não são ignorados;

· A evolução do projeto e da equipe é discutida diariamente através de reuniões rápidas;

· Transparência no planejamento e no desenvolvimento da tarefa;

· Os locais e horas de trabalho são estabelecidos;

· Pode ser utilizado em projetos de pequeno e grande porte.

Muitas organizações usam o framework ágil Scrum, entre elas destacam-se: Xerox, HP, Nokia, Yahoo, Microsoft, Once, Google, Philips, Siemens, BBC, Capital One, First American Real Estate, Nielsen Media, HP, Borland, Globo, Abril, UOL, Locaweb, entre outras. O Scrum é composto por práticas como papéis, eventos (atividades básicas) e artefatos. Cada elemento do framework tem um propósito específico e é fundamental para seu uso e sucesso. A Tabela 1 apresenta as práticas do Scrum.

Papéis

Eventos

Artefatos

Product Owner

Reunião de planejamento da Sprint

Product Backlog

Scrum Master

Reunião diária

Sprint

Equipe

Reunião da revisão da Sprint

Produto ou funcionalidade concluída

Retrospectiva da Sprint


Tabela 1. Práticas do Scrum.

Os eventos do Scrum são utilizados para criar uma rotina e reduzir a necessidade de reuniões não estabelecidas no Scrum. Através dos eventos são possíveis as revisões nas tarefas e maior transparência no projeto.

Os eventos são do tipo time-box, ou seja, possuem um tempo máximo definido para não atrasar o andamento do projeto. Quando um evento inicia, a sua duração é pré-estabelecida, não podendo na maioria das vezes, ser reduzida ou aumentada.

No Scrum, as tarefas são desenvolvidas em ciclos de trabalho com duração de uma semana a um mês. Este ciclo é denominado Sprint. As tarefas são administradas pelo Product Owner em uma lista chamada Product Backlog. O Product Backlog nada mais é do que uma lista contendo as características, melhorias, tecnologias e correções. Seus itens possuem os atributos de descrição, importância (prioridades) e estimativa.

Em períodos de tempo, o Product Backlog dá origem a outra lista contendo todas as atividades que serão criadas na Sprint, a lista completa (utilizando fatores como risco, custo, valores e conhecimento) é denominada Sprint Backlog. No final da Sprint tem-se o resultado do trabalho, ou seja, o produto ou a funcionalidade concluída.

As Sprints são constituídas por:

· ...

Quer ler esse conteúdo completo? Seja um assinante e descubra as vantagens.
  • 473 Cursos
  • 10K Artigos
  • 100 DevCasts
  • 30 Projetos
  • 80 Guias
Tenha acesso completo