Por que eu devo ler este artigo:Softwares de gestão de projetos são ferramentas desenvolvidas por empresas ou comunidades que têm por objetivo automatizar e facilitar certos aspectos da gestão de projetos, como a criação e alocação de tarefas, extração de relatórios, acompanhamento de indicadores, prazos, alocação de recursos e tomadas de decisão. Existem muitas ferramentas no mercado, pagas ou não, que se adequam aos mais variados tipos de gestores, organizações e projetos. Esse artigo apresenta ferramentas de gestão de projetos, duas open source e uma paga, que possuem o potencial de facilitar a rotina de trabalho do gerente e trazer ganhos em desempenho, praticidade, controle e acompanhamento de projetos e equipes. Apresenta três funcionalidades de cada uma das ferramentas, contextualizando seu uso e apontando o que traz de positivo ao trabalho e à empresa para qual o gestor presta serviços. O tema é útil para todos que trabalham com gestão de projetos e necessitam aumentar seu rendimento e controle sobre os projetos que participam ou comandam, bem como aqueles que têm interesse em automatizar parte do trabalho feito pelo gestor, evitando acompanhamentos e gestão feita com base em planilhas e documentos de texto, impressos, e-mails e similares.

No cenário econômico atual, muitas empresas lutam para se destacar. Com a nova cultura de StartUps, a cada momento surgem novas pessoas se propondo a reconstruir o que era padrão na indústria, ou inserir novas ideias e conceitos a um mercado sedento por inovação e novidades. Podemos observar um nível competitivo nunca antes visto, fazendo com que as empresas tenham de ser reinventar e reorganizar para alcançarem o máximo de resultados com o mínimo de gastos financeiros e alocação de ativos, e é nesse cenário que a gestão de projetos se faz presente e necessária. O PMI cita, em seu White Paper “The Value of Project Management” que organizações de liderança nos mais diversos ramos e países vem abraçando a gestão de projetos como uma forma de controlar gastos e melhorar os resultados de projetos, prática essa que se tornou ainda mais importante quando os efeitos da recessão passaram a ser sentidos. Os executivos descobriram que aderir à gestão reduzia os riscos, cortava custos e aumentava as taxas de sucesso dos projetos, tudo que precisavam para sobreviver à crise econômica.

Esse pensamento nos faz ver o quão importante o gestor de projetos é no cenário geral, e quanto trabalho e responsabilidade ele tem em mãos. Dito isto, como ele pode ser organizado, rápido e eficiente quando se tem tantos indicadores e números a serem acompanhados, pessoas e projetos a serem geridos e planos a se colocar em prática?

Antigamente, muitos usavam inúmeros documentos de texto, planilhas e e-mails para acompanhar esses indicadores e traçar planos de ação. A longo prazo essa aproximação se torna inviável, pois tende a se tornar confusa devido ao grande volume de planilhas e documentos associados a cada projeto. Pensando em facilitar a vida do gestor e otimizar o tempo gasto realizando suas tarefas, algumas organizações decidiram criar sistemas que auxiliam todo o processo de controle de dados, pessoal, ativos, custos, riscos, e outros, para tornar o trabalho o mais automatizado e eficiente possível. A partir de agora conheceremos algumas dessas ferramentas e o que elas trazem à mesa em se tratando de praticidade, ganho de rendimento e organização.

Este artigo tem por finalidade apresentar algumas ferramentas, em que situações se aplicam e quais os ganhos obtidos com seu uso. Serão mostradas telas, gráficos e funcionalidades para que possamos conhecer o que elas oferecem e como podem ser aplicadas em nossa realidade de trabalho. Cada uma será apresentada de maneira breve a fim de abranger uma gama maior de soluções, possibilitando que cada um conheça diversas opções de ferramentas e possa selecionar qual se adequa mais à sua realidade de trabalho.

Microsoft Project

O MSProject (MSP) é uma ferramenta criada e comercializada, pela Microsoft que tem por objetivo facilitar a vida do gestor e auxiliar na gestão de custos e pessoal, alocação e acompanhamento de tarefas e progressos, controle de custos e orçamentos através de relatórios simples, detalhados e customizáveis. Permite, também, que membros de equipes gerenciem suas próprias tarefas, colaborem entre si, obtenham quadros de horários e alert ...

Quer ler esse conteúdo completo? Seja um assinante e descubra as vantagens.
  • 473 Cursos
  • 10K Artigos
  • 100 DevCasts
  • 30 Projetos
  • 80 Guias
Tenha acesso completo