Por que eu devo ler este artigo:Soft Skills são as habilidades interpessoais que regem nossa interação com outros. Por exemplo, saber ouvir e compreender outra pessoa são exemplos de soft skills, e motivar através disso é um resultado positivo da aplicação destes conceitos. É muito importante que os líderes saibam disso e usem extensivamente em sua rotina de trabalho, pois é papel deles manter a equipe motivada e engajada para obter o máximo de resultado possível. Esse artigo aborda a relação que existe entre a aplicação de habilidades interpessoais com a produtividade e satisfação de uma equipe de projetos. Explica o que são essas habilidades, sua relação com a parte técnica do trabalho e como fazer para motivar e inspirar os membros de um time a fazerem seu melhor. O tema é útil para todos que trabalham em conjunto e, mais especificamente, gerenciam equipes. É muito importante saber como lidar com pessoas, como motivar e como resolver conflitos pessoais e interpessoais. O conhecimento e uso de soft skills ajuda muito a fazer isso e tem, potencialmente, a capacidade de aumentar a satisfação e rendimento do trabalho.

O gerenciamento de projetos surgiu como uma resposta à necessidade das organizações em gerir seus processos da melhor maneira possível, maximizando resultados e minimizando custos e riscos. Em seu início, o foco maior era no processo em si, nos prazos e no planejamento do que deveria ser feito. Contudo, com o advento das metodologias ágeis (SCRUM, XP entre outras), o foco passou do processo para o funcionário, da rigidez na entrega e na cobrança para a compreensão e motivação do indivíduo para que entregue o resultado esperado.

As habilidades necessárias para o gerenciamento de projetos são, agora, comumente divididas 50/50 entre os tradicionais hard skills, tais como gerenciamento de riscos e gerenciamento de prazos, e soft skills, habilidades orientadas a pessoas, como as habilidades interpessoais. Isso reflete o cenário atual de gestão no qual é tão importante que o gerente conheça sua equipe, o que a motiva e quais dificuldades encontram, quanto que conheça os riscos inerentes aos seus processos, os prazos e os custos envolvidos em cada projeto que gerencia.

Portanto, é pertinente citar que hoje em dia é ideal que haja conhecimento do gerente, ainda que inconsciente, sobre como lidar com seu pessoal, sobre como entender e como trabalhar os pontos fortes e fracos de cada um. A esse conjunto de habilidades, de percepções, damos o nome de soft skills. No novo contexto ágil do mercado, a liderança e um perfil adequado a ela se tornaram essencial para o sucesso de projetos e para o aumento na produtividade das equipes. Como será visto na segunda seção deste artigo, a proximidade de um gerente com a equipe e seu nível de compreensão influencia diretamente na satisfação destes em trabalharem e na vontade que possuem de executar um trabalho de qualidade.

Esse artigo propõe um estudo e reflexão sobre o que definimos como soft skills ou habilidades cognitivas, que são habilidades interpessoais necessárias a todos que trabalham com liderança de pessoas e gestão de equipes. Mais especificamente, aborda quais são e porque se faz necessário que todo gestor, independente da área em que atua, saiba como usá-las. Além disso, discorre sobre os benefícios do ponto de vista produtivo e de satisfação das equipes que são gerenciadas por pessoas que fazem uso desse tipo de habilidade.

Soft Skills

Soft skills, ou habilidades interpessoais, são uma gama de traços de personalidade, graças sociais, comunicação, linguagem, hábitos pessoais, simpatia e otimismo que caracterizam nossos relacionamentos com outras pessoas. No dia a dia ...

Quer ler esse conteúdo completo? Seja um assinante e descubra as vantagens.
  • 473 Cursos
  • 10K Artigos
  • 100 DevCasts
  • 30 Projetos
  • 80 Guias
Tenha acesso completo