Por que eu devo ler este artigo:

O advento e popularização da computação móvel, através de smartphones e tablets, trouxe consigo a demanda por aplicações de geolocalização. Quer seja para saber o caminho mais curto entre um ponto e outro ou localizar a pizzaria mais próxima de casa, a orientação e navegação através de mapas vem se tornando um item cada vez mais presente em nosso dia a dia.

Esse artigo tem como objetivo apresentar a integração da API do Google em dispositivos rodando o sistema operacional Android. A realização dessa integração será demonstrada através de um exemplo simples onde será implementada uma rota de navegação através de um ponto de origem e destino informados pelo usuário utilizando a API do Google para geolocalização, a Google Directions API.

O termo geolocalização refere-se à identificação da localização geográfica no mundo real de um objeto, como um radar, telefone celular ou terminal de computador conectado à Internet.

Na computação, um software de geolocalização é usado para deduzir a localização geográfica de dispositivo conectado à Internet, usando como uma das abordagens possíveis a identificação pelo número IP do dispositivo, para finalmente chegar à sua localização.

Os serviços baseados em geolocalização (SLBL´S) geralmente são divididos em duas categorias principais: serviços ‘push’ e serviços ‘pull’. Serviços push implicam que um usuário recebe informação (em função de sua localização) sem ter que requisitá-la ativamente. Um exemplo prático seria o envio de uma notificação de ofertas de um estabelecimento comercial do qual o usuário está se aproximando.

No caso de serviços pull, a informação só é enviada ao usuário caso este a requisite explicitamente. Um exemplo seria no caso do usuário desejar saber onde se encontra o restaurante mais próximo.

A geolocalização abre um vasto nicho de aplicações a serem exploradas, tais como:

  • Serviços de Informação: Os serviços desta categoria fornecem instruções de como se chegar a um destino desejado, indicam onde encontrar um determinado serviço ou pessoa nas redondezas, ou localizam um usuário perdido em um mapa;
  • Serviços de Emergência: Em situações de emergências, o fator tempo normalmente é determinante para se evitar consequências mais graves. O uso de tecnologias de localização possibilita um menor tempo de resposta, desde o instante em que ocorre o fato em questão até o momento em que chega o auxílio. As aplicações mais claras desta categoria seriam na área médica e na área de segurança. Pessoas idosas ou com algum tipo de doença poderiam ter seus sinais vitais monitorados por dispositivos móveis, e estes automaticamente emitiriam um sinal de alerta no caso de alguma anomalia ser detectada. No caso de aplicações de segurança, esse sinal poderia ser disparado por iniciativa do usuário ou em decorrência de algum evento suspeito. O sinal emitido indicaria a localização do usuário e equipes de socorro seriam deslocadas até o local;
  • Serviços de Rastreamento: Um exemplo claro de aplicação desta categoria é o rastreamento de frotas de veículos transportando mercadorias. É possível monitorar todo o percurso de cada veículo e identificar comportamentos suspeitos no caso de mudanças de itinerário não previstas. Essa aplicação é particularmente útil para seguradoras, pois aumenta as chances de se encontrar os veículos em caso de sinistro;
  • Serviços de Disseminação de Informação: Um exemplo prático seria a disseminação de propagandas. Anunciantes poderiam enviar mensagens de promoções temporárias a clientes potenciais que estejam nas redondezas de seu estabelecimento, e um novo tipo personalizado de B2C (Business to Consumer) se estabeleceria de forma dinâmica e localizada, aumentando tremendamente a eficiência dos anúncios e o potencial de venda. Um exemplo prático seria um restaurante oferecendo ofertas de refeições para pessoas caminhando pela vizinhança durante o horário de almoço.

Obtendo a localização de um objeto

Existem basicamente duas formas de se obter a localização geográfica de um objeto: por GPS e pela triangulação de antenas.

GPS

Nos rastreadores usando GPS, o aparelho embarcado determina sua própria posição após conectar-se a pelo menos quatro satélites de uma constelação de satélites americanos. Com os dados recebidos, o equipamento rast ...

Quer ler esse conteúdo completo? Seja um assinante e descubra as vantagens.
  • 473 Cursos
  • 10K Artigos
  • 100 DevCasts
  • 30 Projetos
  • 80 Guias
Tenha acesso completo