Artigo no estilo: Curso

Por que eu devo ler este artigo:A Integração Contínua (CI) deixa o desenvolvedor livre para se preocupar com o que realmente importa: criar e desenvolver software.

Não importa o tamanho do projeto, seja ele um pequeno sistema de cadastro de contatos ou um sistema especialista para simulações do clima terrestre ou da expansão do Universo: suas tarefas básicas consistem em compilar, testar, documentar, verificar qualidade e consistência do código e finalmente informar sobre erros.

Nessa primeira parte do curso veremos uma introdução aos passos que a empresa precisa dar para implementar a CI em sua rotina de desenvolvimento.

Uma das chaves para a melhoria da produtividade e, consequentemente das aplicações entregues, é a automatização da parte repetitiva do trabalho e a Integração Contínua é uma das melhores formas de se fazer isso.

Não podemos crer que o processo de Integração Contínua seja a solução para todos os males, mas onde ela tem sido implementada tem-se tido grande sucesso com melhorias no processo de software para as equipes de desenvolvimento.

A Integração Contínua, também conhecida como CI - Continuous Integration - é o ponto central do desenvolvimento de software atualmente. De fato, quando a CI é introduzida em uma empresa, torna-se o grande divisor de águas, pois ela altera radicalmente a forma como as equipes pensam sobre todo o processo de desenvolvimento.

A CI tem o potencial de executar uma série de melhorias contínuas e incrementais nos processos, indo de um processo de simples agendamento de construção (build) até o processo de entrega contínua que culmina no processo de publicação nos demais ambientes para teste, homologação ou produção.

Uma boa infraestrutura que possibilita a Integração Contínua pode simplificar o processo de desenvolvimento até a entrega do software ou de sua iteração, auxiliando a identificação e correção de falhas rapidamente, afinal de contas, precisa integrar toda a equipe e precisa armazenar todas as versões do software.

Também facilita a disponibilização de uma dashboard muito útil no Projeto, tanto para desenvolvedores quanto para equipes, por agregar mais valores ao negócio e ao produto. Todo time de desenvolvimento, não importando se grande ou pequeno, deve implementar e pensar como Integração Contínua.

O que é a Integração Contínua?

Logo que uma alteração no código é identificada, o servidor automaticamente compila e testa o código de sua aplicação. Se algo dá errado, a ferramenta imediatamente notifica os desenvolvedores para que eles possam corrigir o problema imediatamente. Mas, a integração contínua pode fazer muito mais do que isso.

A visibilidade das métricas de qualidade de código faz com que a equipe se preocupe mais com o desenvolvimento, pois o principal fundamento da Integração Contínua é facilitar a manutenção do código.

Combinando testes de aceitação, a CI pode também funcionar como uma ferramenta de comunicação, mostrando um completo resumo do estado atual do projeto em andamento, dentro e fora da equipe. Pode simplificar e acelerar a entrega, auxiliando a automação do processo, deixando a publicação da última versão da aplicação totalmente automática ou permitindo a operação com apenas um aperto de botão.

Em sua essência, a Integração Contínua age sempre na redução de riscos à aplicação e seu desenvolvimento nos dá uma resposta rápida.

O uso da Entrega Contínua está ligado diretamente a Integração Contínua, pois o passo de compilação e testes é tarefa da Integração Contínua, enquanto que o Deploy da aplicação já fica sob o domínio da Entrega Contínua. Formalmente, a entrega contínua é definida como “um conjunto de práticas e princípios com o objetivo de compilar, testar e liberar software de forma mais rápida e frequente”.

Observe que a definição em si não menciona programas específicos, mas sim uma filosofia a ser seguida.

O processo de Integração Contínua, e em particular a Entrega Contínua, é muito mais d ...

Quer ler esse conteúdo completo? Seja um assinante e descubra as vantagens.
  • 473 Cursos
  • 10K Artigos
  • 100 DevCasts
  • 30 Projetos
  • 80 Guias
Tenha acesso completo