Quando pensamos em desenvolver um site temos que pensar primeiro em sua segurança. A primeira segurança que vem em nossas cabeças é colocar um controle de acesso a usuários. Pensamos que com isso o site já está protegido, mais esquecemos de uma coisa importante que é o que o usuário vai ter acesso. Com esse pensamento muitos desenvolvedores criam níveis de acesso ao site para determinados usuário, o que caracteriza o perfil.

No projeto website deste artigo será criada uma tabela de controle de acesso, onde teremos os dados do usuário para o acesso e o campo de perfil, que será estático e não terá tabela para serem criados e configurados novos perfis. Por ser estático, veremos como atribuir permissão a uma tela inteira ou a um método, isso para um usuário ou atribuindo o perfil que pode ter acesso.

Para o desenvolvimento será utilizado o Visual Studio 2013 e o banco de dados SQL Server 2012 (consulte a seção Links para ver os respectivos links).

Controle de Acesso

Criaremos primeiro o Banco de Dados que será responsável por armazenar a tabela de acesso e para isso usaremos o seguir:

CREATE DATABASE DEVMEDIA;

Após a criação do banco de dados criamos a tabela de ACESSO, responsável por armazenar as informações do acesso, conforme a Listagem 1.

USE DEVMEDIA
   
CREATE TABLE ACESSO(
    ID_LOGIN INT IDENTITY NOT NULL,
    EMAIL VARCHAR(100),
    SENHA VARCHAR(100),
    ATIVO CHAR(1),
    PERFIL VARCHAR(15),
    NOME VARCHAR(30),
    SOBRENOME VARCHAR(30)
)
Listagem 1. Tabela de Acesso

Após a criação da tabela iremos executar o script de insert para a criação dos usuários no site, conforme a Listagem 2.

INSERT INTO ACESSO (EMAIL, SENHA, ATIVO, PERFIL, NOME, SOBRENOME)
VALUES ('admin@admin.com', '123456', 'S', 'Administrador', 'Admin', 'Sistema')
 
INSERT INTO ACESSO (EMAIL, SENHA, ATIVO, PERFIL, NOME, SOBRENOME)
VALUES ('user@user.com', '123456', 'S', 'Usuario', 'User', 'Sistema')
Listagem 2. Criação dos usuários

Agora no Visual Studio iremos criar o projeto, conforme os passos da Figura 1.

Criação do projeto
Figura 1. Criação do projeto

Escolha a opção ASP.NET Web Application e dê o nome de Controle Acesso. Em seguida escolha o tipo de projeto que será criado que, no nosso caso, será um projeto Empty (Vazio), e utilizaremos a estrutura do MVC, como mostra a Figura 2. Não podemos esquecer de desmarcar a opção do Microsoft Azure, pois não iremos criar um site já hospedado.

Tipo de projeto
Figura 2. Tipo de projeto

Agora criaremos a conexão do banco de dados utilizando o Entity Framework. Para isso, basta clicar com o botão direito do mouse na pasta Model à Opção Add à New Item e a tela igual a Figura 3 aparecerá. Nela escolheremos a opção Data no navegador, que está na lateral esquerda, e no quadrado à direita escolha a opção ADO.NET Entity Data Model. O nome do projeto será ControleAcesso.cs.

Projeto Entity Framework
Figura 3. Projeto Entity Framework

Na próxima tela escolha a opção EF Designer from DataBase, que criará um projeto a partir de um banco de dados que iremos escolher. Aparecerá na próxima tela o botão “New Connection” e, ao clicar nele, irá aparecer a tela semelhante à Figura 4 para preencher algumas informações para conexão do banco de dados.

Configuração de uma nova conexão com o banco de dados
Figura 4. Configuração de uma nova conexão com o banco de dados

No campo Server name preencha com o nome do servidor do banco de dados. Caso esteja instalado localmente pode utilizar o nome do computador ou o localhost.

Não esqueça de marcar a opção de autenticação com o banco de dados: caso não tenha um usuário ou senha do banco basta escolher a primeira opção. Caso contrário, use a opção Use SQL Server Authentication para informar o usuário e senha de acesso ao bando de dados.

Após o preenchimento de todos os campos e escolhido o banco de dados, basta clicar em Test Connection: caso esteja tudo ok irá aparecer a mensagem Test Connection Succeeded. Ao final clique no botão OK.

Voltando para a tela de configuração da conexão, não esqueça de marcar a opção “Yes, include the sensitive data in the connection string” para gravar a senha na connection string no WebConfig do projeto. Clique no botão Next e escolha a opção Entity Framework 6.x.

Na Figura 5 selecione apenas a opção Tables e clique em Finish.

Finalizando a criação do modelo
Figura 5. Finalizando a criação do modelo

Com isso, o Model do seu banco de dados com todas as configurações já está pronto para o uso. Na Figura 6 vemos a conexão que foi criada no Entity Framework.

Conexão com EF
Figura 6. Conexão com EF

Agora vamos até a pasta do Controllers e criar um novo controle. Para isso basta clicar com o botão direito do mouse em cima da pasta Controllers à Add à Controller. Escolha o tipo MVC 5 Controller – Empty e dê o nome de HomeController.

Agora precisamos criar a Index do controlador. Para isso, basta abrir o HomeController que foi criado e ir no método public ActionResult Index() e clicar com o botão direito do mouse em cima de Index e escolher a opção Add View.

Na nova tela preencha as seguintes informações:

  • View Name: Deve informar o nome da View, que no nosso caso vai ser Index;
  • Template: Ao criar a View podemos escolher criar uma com a opção Empty (without model), ou com alguns métodos prontos para ser utilizado pelo controlador. Ficaremos com a primeira opção.
  • Model Class: É utilizado quando vamos criar alguma View com opção de Create, Delete, List, Edit, etc. Não vamos preencher esse campo;

Dentre as Opções temos:

  • Create as a partial view: No caso não iremos utilizar uma classe particionada e sim uma classe normal;
  • Reference script libraries: Essa opção já fica preenchida, pois ela irá fazer a referência dos scripts que irá utilizar;
  • Use a layout page: Essa opção no nosso caso ficará desmarcada, pois não iremos utilizar nenhum layout, mas vamos criar o nosso para teste de validação do usuário.

Crie também o controlador responsável pela parte de Login chamado AccountController. Este terá um método chamado public ActionResult Index (), mas iremos renomear este para Login ().Crie a view referente a nossa tela de login usando as mesmas configurações da tela de Home.

Antes de fazermos qualquer coisa na tela de login iremos fazer a instalação do framework Bootstrap. Para isso, iremos no nosso projeto e clicaremos com o botão direito do mouse sobre e escolher a opção Manage Nuget Packages, como ilustra a Figura 7.

Instalação de um novo plug-in
Figura 7. Instalação de um novo plug-in

Busque na pesquisa por bootstrap e pressione enter. Ela irá carregar vários plug-ins que podem ser utilizados, mas iremos escolher o bootstrap que apareceu primeiro, como mostra a Figura 8.

Instalação do plug-in Bootstrap
Figura 8. Instalação do plug-in Bootstrap

Para começar a tela de login vamos utilizar um CSS padrão presente na Listagem 3. Clique com o botão direito do mouse na pasta Content à Add à Style Sheet, e coloque o nome devmedia_estilo. Esse refere-se a tela de login aonde iremos criar um quadrado centralizado com dois Input Text e um Botão. Foi disponibilizado também o CSS presente na Listagem 3.

body {
  background-color: #f0f0f0;
  font-family: 'Helvetica Neue', Helvetica, Arial, sans-serif;
  color: #313131;
  line-height: 1;
  padding: 5px;
}

{
  width: 100%;
  height: 100%;
  background-color: #2D333B;
}

  .form-login {
      max-width: 450px;
      max-height: 350px;
      margin-left: auto;
      margin-right: auto;
      padding: 10px;
      border-radius: 10px;
      margin-top: 10%;
  }

      .form-login input {
          margin-bottom: 10px;
      }

  .btn {
      display: inline-block;
      padding: 6px 12px;
      border: 2px solid #ddd;
      color: #ddd;
      text-decoration: none;
      font-weight: 700;
      text-transform: uppercase;
      margin: 15px 5px 0;
      transition: all .2s;
      min-width: 100px;
      text-align: center;
      font-size: 14px;
  }

      .btn:hover, .btn.hover {
          background: #ddd;
          color: #777;
      }

      .btn.btn-lg {
          padding: 10px 16px;
          font-size: 18px;
      }

      .btn.btn-sm {
          padding: 5px 10px;
          font-size: 12px;
      }

      .btn.btn-xs {
          padding: 1px 5px;
          font-size: 12px;
          padding: 1px 5px;
          font-size: 12px;
      }

      .btn.primary {
          border-color: #3498db;
          color: #3498db;
      }

          .btn.primary:hover, .btn.primary.hover {
              background: #3498db;
              color: #fff;
          }

      .btn.danger {
          border-color: #e74c3c;
          color: #e74c3c;
      }

          .btn.danger:hover, .btn.danger.hover {
              background: #e74c3c;
              color: #fff;
          }

      .btn.success {
          border-color: #27ae60;
          color: #27ae60;
      }

          .btn.success:hover, .btn.success.hover {
              background: #27ae60;
              color: #fff;
          }

      .btn.warning {
          border-color: #f1c40f;
          color: #f1c40f;
      }

          .btn.warning:hover, .btn.warning.hover {
              background: #f1c40f;
              color: #fff;
          }

      .btn.black {
          border-color: #34495e;
          color: #34495e;
      }

          .btn.black:hover, .btn.black.hover {
              background: #34495e;
              color: #fff;
          }

      .btn.black {
          border-color: #34495e;
          color: #34495e;
      }

          .btn.black:hover, .btn.black.hover {
              background: #34495e;
              color: #fff;
          }

      .btn.info {
          border-color: #5bc0de;
          color: #5bc0de;
      }

          .btn.info:hover, .btn.info.hover {
              background: #5bc0de;
              color: #fff;
          }

      .btn.clear {
          border-color: #777;
          color: #777;
      }

          .btn.clear:hover, .btn.clear.hover {
              background: #777;
              color: #fff;
          }

}
Listagem 3. CSS da tela login

Vá a view de login e insira o código da Listagem 4. Em seguida compile o site.

@model Controle_Acesso.Models.ACESSO
 
@{
    Layout = null;
}
 
<link href="~/Content/bootstrap.min.css" rel="stylesheet" />
<link href="~/Content/devmedia_estilo.css" rel="stylesheet" />
 
<script src="~/scripts/jquery-1.10.2.js"></script>
<script src="~/scripts/bootstrap.min.js"></script>
 
@using (Html.BeginForm("Login", "Account", new { ReturnUrl = ViewBag.ReturnUrl }, FormMethod.Post, 
new { @class = "form-horizontal" }))
{
    @Html.AntiForgeryToken();
 
    @Html.ValidationSummary(true, "", new { @class = "text-danger" })
 
    <div class="container">
        <div class="form-login">
            <div class="panel panel-default">
                <div class="panel-heading">
                    <div class="panel-title">Login do Sistema</div>
                </div>
 
                <div style="padding-top:30px" class="panel-body">
                    <div style="display:none" id="result" class="alert 
                    alert-danger col-sm-12">
 
                    </div>
 
                    <div style="margin-bottom: 25px" class="input-group">
                        <span class="input-group-addon"><i class="glyphicon 
                        glyphicon-user"></i></span>
                        @Html.EditorFor(model => model.EMAIL, new { htmlAttributes = 
                        new { @class = "form-control input-lg", placeholder = 
                        "E-mail", autofocus = true } })
                        @Html.ValidationMessageFor(model => model.EMAIL, "", 
                        new { @class = "text-danger" })
                    </div>
 
                    <div style="margin-bottom: 25px" class="input-group">
                        <span class="input-group-addon"><i class="glyphicon 
                        glyphicon-lock"></i></span>
                        @Html.EditorFor(model => model.SENHA, new { htmlAttributes 
                        = new { @class = "form-control input-lg", placeholder = "Senha" } })
                        @Html.ValidationMessageFor(model => model.SENHA, "", 
                        new { @class = "text-danger" })
                    </div>
 
                    <div style="margin-top:10px" class="form-group">
                        
                        <div class="col-sm-12 controls">
                            <input type="submit" value="Acessar" 
                            class="btn primary btn-lg" />
                        </div>
                    </div>
                </div>
            </div>
        </div>
    </div>
}
Listagem 4. CSS da view Login

A compilação resultará na tela presente na Figura 9.

Tela de login
Figura 9. Tela de login

Precisamos alterar a URL para http://seusite/Home, assim abrirá a página home normalmente.

Criaremos agora a classe de ROLE para condicionar no projeto quem pode ter acesso ou não a uma determinada tela ou ação.

Para isso vai até a pasta model e crie uma nova classe chamada Role.cs. Ela vai fazer herança com a RoleProvider, mas para isso, na classe Role Provider declare o Using System.Web.Security:

public class Roles : RoleProvider
{
 
}

Após efetuar a herança copie o código da Listagem 5 e cole no projeto para implementar da classe RoleProvider.

public override void AddUsersToRoles(string[] usernames, string[] roleNames)
    {
        throw new NotImplementedException();
    }

    public override string ApplicationName
    {
        get
        {
            throw new NotImplementedException();
        }
        set
        {
            throw new NotImplementedException();
        }
    }

    public override void CreateRole(string roleName)
    {
        throw new NotImplementedException();
    }

    public override bool DeleteRole(string roleName, bool throwOnPopulatedRole)
    {
        throw new NotImplementedException();
    }

    public override string[] FindUsersInRole(string roleName, string usernameToMatch)
    {
        throw new NotImplementedException();
    }

    public override string[] GetAllRoles()
    {
        throw new NotImplementedException();
    }

    public override string[] GetRolesForUser(string username)
    {
        DEVMEDIAEntities db = new DEVMEDIAEntities();

        string sRoles = db.ACESSO.Where(p => p.EMAIL == username).FirstOrDefault().PERFIL;
        string[] retorno = { sRoles };
        return retorno;

        throw new NotImplementedException();
    }
    public override string[] GetUsersInRole(string roleName)
    {
        throw new NotImplementedException();
    }

    public override bool IsUserInRole(string username, string roleName)
    {
        throw new NotImplementedException();
    }

    public override void RemoveUsersFromRoles(string[] usernames, string[] roleNames)
    {
        throw new NotImplementedException();
    }

    public override bool RoleExists(string roleName)
    {
        throw new NotImplementedException();
    }
Listagem 5. Classe RoleProvider

Abra o controlador HomeController e adicione o código Authorize logo no início da classe, isso porque queremos bloquear o acesso a página inteira. Caso queira restringir o acesso a alguns métodos basta colocar o Authorize em cima do método.

O Authorize está sem roles ainda, então todos os usuários que forem autenticados terão acesso a página ou método. Caso queira restringir para algum perfil ou perfis basta colocar o comando:

[Authorize(Roles = "Administrador")] 

Assim, isso está condicionando a apenas Administradores o acesso a página Home.

Utilizando o comando a seguir:

[Authorize(Roles = "Administrador, Usuario")]

Este está condicionando o acesso aos perfis Administrador ou Usuário. Assim, o Authorize ficará como na Listagem 6.

[Authorize]
public class HomeController : Controller
{
    // GET: Home
    public ActionResult Index()
    {
        return View();
    }
}
Listagem 6. Código do Authorize

Antes de compilar temos que fazer uma alteração no WebConfig da aplicação e adicionar as tags presentes na Listagem 7 dentro da tag .

<authentication mode="Forms">
  <forms loginUrl="~/Account/Login" timeout="2880" />                                           
</authentication>

<roleManager enabled="true" defaultProvider="Roles">
  <providers>
    <clear/>
    <add name="Roles" type="Repositorio_Dados.Models.Roles"/>
  </providers>  
</roleManager>
Listagem 7. Tags do webConfig

A primeira tag authentication vai redirecionar para a página que estamos colocando na tag forms, sempre que encontrar um authorize e o usuário não estiver autenticado ou não tiver permissão.

A tag roleManager vai olhar para a nossa classe que foi criada para controle de permissão (Roles) e vai cuidar da validação de alguma permissão. Aqui, é importante observar que o caminho informado nessa tag refere-se ao nome da classe, incluindo seu namespace, e não necessariamente o caminho do arquivo no qual a classe está contida.

Agora vamos fazer a autenticação do usuário. Para isso vamos acessar o controller AccountController. Nele encontraremos o seguinte código:

  public ActionResult Index()
  {
      return View();
  }

Altere o mesmo e insira esse código da Listagem 8.


/// <param name="returnURL"></param>
/// <returns></returns>
public ActionResult Login(string returnURL)
{
   /*Recebe a url que o usuário tentou acessar*/
   ViewBag.ReturnUrl = returnURL;
    return View(new ACESSO());
} 
Listagem 8. Novo conteúdo do controller AccountController

Implementamos o método login, que é responsável por redirecionar para a View de acesso. Ele pede como parâmetro uma returnURL que armazena qual é a URL atual para ser redirecionado após a autenticação.

Na Listagem 9 vemos o método que faz a validação e a autenticação do usuário.

/ <param name="login"></param>
/ <param name="returnUrl"></param>
/ <returns></returns>
[HttpPost]
[ValidateAntiForgeryToken]
public ActionResult Login(ACESSO login, string returnUrl)
{
 if (ModelState.IsValid)
     {
         using (DEVMEDIAEntities db = new DEVMEDIAEntities())
    {
     var vLogin = db.ACESSO.Where(p => p.EMAIL.Equals(login.EMAIL)).FirstOrDefault();
            /*Verificar se a variavel vLogin está vazia. 
            Isso pode ocorrer caso o usuário não existe. 
      Caso não exista ele vai cair na condição else.*/
      if (vLogin != null)
           {
              /*Código abaixo verifica se o usuário que retornou na variavel tem está 
                ativo. Caso não esteja cai direto no else*/
               if (Equals(vLogin.ATIVO, "S"))
               {
                   /*Código abaixo verifica se a senha digitada no site é igual a 
                   senha que está sendo retornada 
                    do banco. Caso não cai direto no else*/
                  if (Equals(vLogin.SENHA, login.SENHA))
                   {
                     FormsAuthentication.SetAuthCookie(vLogin.EMAIL, false);
                       if (Url.IsLocalUrl(returnUrl)
                       && returnUrl.Length > 1
                       && returnUrl.StartsWith("/")
                       && !returnUrl.StartsWith("//")
                       && returnUrl.StartsWith("/\\"))
                       {
                        return Redirect(returnUrl);
                       }
                  /*código abaixo cria uma session para armazenar o nome do usuário*/
                  Session["Nome"] = vLogin.NOME;
                 /*código abaixo cria uma session para armazenar o sobrenome do usuário*/
                  Session["Sobrenome"] = vLogin.SOBRENOME;
                  /*retorna para a tela inicial do Home*/
                  return RedirectToAction("Index", "Home");
              }
              /*Else responsável da validação da senha*/
              else
              {
                  /*Escreve na tela a mensagem de erro informada*/
                  ModelState.AddModelError("", "Senha informada Inválida!!!");
                  /*Retorna a tela de login*/
                  return View(new ACESSO());
              }
          }
          /*Else responsável por verificar se o usuário está ativo*/
          else
           {
             /*Escreve na tela a mensagem de erro informada*/
              ModelState.AddModelError("", "Usuário sem acesso para usar o sistema!!!");
              /*Retorna a tela de login*/
              return View(new ACESSO());
          }
      }
      /*Else responsável por verificar se o usuário existe*/
      else
      {
           /*Escreve na tela a mensagem de erro informada*/
          ModelState.AddModelError("", "E-mail informado inválido!!!");
               /*Retorna a tela de login*/
          return View(new ACESSO());
      }
    }
  }
  /*Caso os campos não esteja de acordo com a solicitação retorna a tela de login 
  com as mensagem dos campos*/
  return View(login);
} 
Listagem 9. Método de validação

Na linha 08 o método valida os campos da tela e caso esteja tudo de acordo com as regras, ele retorna true e passa para o próximo passo. Caso contrário, ele cai no else do if*/

Na linha 10 o método cria a variável db, que recebe o EF. Ele é utilizado para não termos que destruir o objeto que foi criado. O mesmo, por padrão, quando deixa de ser utilizado é eliminado memória.

A variável da linha 12 é responsável por receber os dados da tabela de Acesso, que é retornado após a condição where. Como parâmetro usamos a variavel login.Email, que é o retorna da tela de login.

A partir da linha 25 temos que caso o usuário e senha estejam validados e o usuário esteja ativo, ele faz a autenticação do usuário gravando no Cookie a senha do usuário e o parâmetro False, que é utilizado pois sempre que o usuário fechar o navegador e abrir ele pede a autenticação novamente. Caso o parâmetro seja true, sempre que o usuário entrar no navegador e digitar a página, ele já vai entrar direto sem autenticação. Isso é um risco, pois pessoas mal-intencionadas consegue descriptografar o cookie e consegue pegar o usuário gravado.

O if da linha 26 faz a verificação da string do site, isso por causa da segurança na hora do retorno. Caso o parâmetro returnURL seja maior que 1, significa que existe uma string. Após isso, ele verifica se inicia com uma barra, que é o padrão. Caso retorne duas barras é errado e ele não valida, e por último ele verifica.

Agora, para efetuarmos os demais testes, criaremos a classe Acesso completa utilizando o Scaffold.

O Scaffold é capaz de gerar telas e controladores para as operações de inserção, leitura, alteração e remoção, chamado (CRUD), a partir de uma entidade. Os controladores gerados podem utilizar as funcionalidades do Entity Framework para interagir como banco de dados.

Para isso, clique com o botão direito em cima da pasta Controllers, escolha a opção ADD e depois Controler, que irá abrir uma tela parecida com a Figura 10.

Tela do Scaffold
Figura 10. Tela do Scaffold

Escolha a opção que está com a seta na frente MVC 5 Controller with views, using Entity Framework.

Após escolhida a opção solicitada irá abrir uma tela parecida com a Figura 11.

Tela do Controller
Figura 11. Tela do Controller

Na tela da Figura 11 temos os seguintes campos:

  • Model Class: Nesse campo selecionaremos em qual entidade iremos criar os controladores com as views;
  • Data contexto class: Nesse campo informamos qual é o EF que utilizaremos, tendo em vista que podemos ter mais de um EF no projeto;
  • Use async contoller actions: Deixaremos desmarcados, pois não utilizaremos essa opção agora;
  • Generate Views: Deixamos essa opção marcada, pois iremos criar as views para cada controlador;
  • Reference script libraries: não marcaremos essa opção, pois só acrescentaremos as referências a jquery.validate.min.js e jquery.validate.unobtrusive.min.js;
  • Use a layout page: Essa opção não marcaremos, pois não utilizaremos nenhum tipo de layout padrão;
  • Controller name: Nome do controlador a ser criado;

Após efetuado o preenchimento de todos os dados iremos clicar em ADD e assim criaremos o Controller AcessoControler com as Views (Create, Delete, Details, Edit e Index). A Figura 12 ilustra como ficará.

Estrutura do Controller
e Views Acesso
Figura 12. Estrutura do Controller e Views Acesso

Para iniciarmos os testes na Views Home iremos adicionar o código da Listagem 10.

@{
    Layout = null;
}
 
<div class="container" style="text-align:center">
    <div class="row" style="margin-top:10px">
        <h2>DEVMEDIA</h2>
        @if (Session["Nome"] != null)
        {
            <p><h3>Bem vindo ao sistema</h3> <h1>
            @Session["Nome"].ToString()  @Session["Sobrenome"].ToString()</h1></p>
            <p>@Html.ActionLink("Cadastro de Acesso", "Index", "Acesso")</p>
        }
    </div>
</div>
Listagem 10. Views Home

Após inserir o código na View e compilarmos, o resultado será igual a Figura 13.

Tela do Home
Figura 13. Tela do Home

Após executar e ter o resultado informado, basta clicar no link Cadastro de Acesso, assim, a página Index será exibida como está no ActionLink. Essa classe traz a lista de usuários cadastrados, como ilustra a Figura 14.

Index do Controller Acesso
Figura 14. Index do Controller Acesso

Agora vamos aplicar a autorização para alguns métodos como o Edit e o Delete.

Iremos informar no código que só terá acesso a essas telas se o usuário for administrador, caso não seja, iremos redirecionar para a tela de Login. Para isso, colocaremos o método [Authorize(Roles = "Administrador")] em cima do método Edit e Delete, como ilustra as Listagens 11 e 12.

[Authorize(roles = “Administrador”)]</p>

[Authorize(roles = “Administrador”)]
public  ActionResult Edit(int? id)
{  
  if (id == null)
  {
    return new HttpStatusCodeResult(HttpStatus.BadRequest);
  }
  ACESSO aCESSO = db.ACESSO.Find(id);
  If (aCESSO == null)
  {
    return HttpNotFoud();
  }
  return View(aCESSO);
}

[Authorize(Roles = “Administrador”)]
[HttpPost]
[ValidateAntiForgeryToken]
public ActionResult Edit(Bind(Include = “ID_LOGIN, EMAIL, SENHA, ATIVO, 
PERFIL, NOME, SOBRENOME”)] ACESSO aCESSO)
{
  if (ModelState.IsValid)
  { 
     db.Entry(aCESSO).State = EntityState.Modified;
     db.SaveChanges();
     return RedirectToAction(“Index”);
  }
  return View(aCESSO);
}
Listagem 11. Método Edit

No controler Acesso encontraremos dois métodos Edits: o primeiro trata-se de acesso a tela de editar e o segundo método Edit é a ação executada ao clicar no botão de Save da tela de Edit.

[Authorize(Roles = “Administrador”)]
public ActionResult Delete(int? id)
{
   if (id ==null)
   {
      return new HttpStatusCodeResult(HttpStatusCode.BadRequest);
   }
   ACESSO aCESSO = db.ACESSO.Find(id);
   if (aCESSO == null)
   {
     return HttppNotFound();
   }
   return View(aCESSO);
}
[Authorize(Roles = “Administrador”)]
[HttpPost, ActionName(“Delete”)]
[ValidateAntiForgeryToken]

public ActionResult DeleteConfirmed(int id)
{
   ACESSO aCESSO = db.ACESSO.Find(id);
   db.ACESSO.Remove(aCESSO);
   db.SaveChanges();
   return RedirectToAction(“Index”);
}
Listagem 12. Método Delete

No controller Acesso encontraremos dois métodos delete: o primeiro trata-se de acesso a tela de delete e o segundo método é a ação ao clicar no botão de Save da tela de Edit.

Após a alteração, basta salvar o projeto, compilar novamente e efetuar os testes na tela com o usuário e perfil de Administrador clicando em editar e delete. Em seguida, faça o teste com o usuário e perfil de Usuário e verá que sempre que ao clicar em editar ou delete será redirecionado para a tela de Login.


Saiu na DevMedia!

  • JSF e Hibernate: Como implementar um CRUD: Neste curso você aprenderá a construir uma aplicação de cadastro de lembretes, que gravará essas informações em um banco de dados MySQL.
  • ASP.NET Web API e OData: Como criar filtros e ordenação: Neste microexemplo veremos como utilizar o pacote OData para adicionar funcionalidades de filtro, ordenação, paginação e seleção de campos no ASP.NET Web API. Confira!
  • O que é Java?: Neste curso você aprenderá o que é o Java, tecnologia para desenvolvimento de software mais utilizada pelos programadores em todo o mundo.

Saiba mais sobre ASP.NET ;)

  • ASP.NET MVC: Neste Guia de Referência você encontrará o conteúdo que precisa para aprender a desenvolver aplicações web com o framework ASP.NET MVC e a linguagem C#.
  • ASP.NET Web API: Neste Guia de Referência você encontrará o conteúdo que precisa para aprender a desenvolver web services RESTful com o framework ASP.NET Web API e a linguagem C#.