wm08_capa.JPG

p class="Autor">O desempenho pode ser um fator decisivo para o sucesso ou fracasso de um projeto. Em projetos web, os cuidados devem ser ainda maiores. Neste artigo você encontrará algumas técnicas para a melhoria da performance de suas aplicações ASP.NET. São técnicas envolvendo planejamento, acesso a dados, programação e distribuição. Algumas são muito simples de serem implementadas, mas no final você poderá obter resultados expressivos.

Planejamento

Planejar sua aplicação antes mesmo de iniciar a codificação é essencial para se obter performance. É muito mais simples e barato desenvolver pensando em performance desde o início do projeto do que correr atrás do prejuízo após o problema aparecer. Procure desenvolver atentando-se para alguns fatores básicos:

Segurança

A autenticação no ASP.NET pode afetar diretamente a performance de sua aplicação. Estude e verifique qual a melhor solução para seu projeto. A princípio, o impacto cresce na seguinte ordem dos tipos de autenticação existentes: None, Windows, Forms e Passport. A autenticação Windows acaba afetando menos na performance pois utiliza os recursos do Windows e da rede atual, utilizando as credenciais do usuário logado no Windows para controle da segurança, muito útil em sistemas internos. Já a autenticação Forms exige que a aplicação faça todo o papel de login, tabelas e controle da segurança, aumentando assim o processamento. E a Passport utiliza um serviço de terceiros afetando ainda mais o desempenho.

Projeto lógico

Divida seu projeto em camadas lógicas: de apresentação, negócios e acesso a dados. Além de facilitar a manutenção, você pode monitorar a performance de cada camada separadamente. Para melhorar o desempenho, procure sempre deixar as camadas de negócios e acesso a dados no diretório Bin do seu servidor web caso as mesmas sejam desenvolvidas separadamente. Com isso as DLL’s estarão em um único lugar agilizando a performance da execução.

Exceções

 As famosas exceptions geram um grande processamento por parte do servidor. Procure evitá-las ao invés de simplesmente dispará-las. Um caso comum é validar as entradas dos usuários que podem gerar erros em sua aplicação. Se possível, crie códigos de retorno que serão interpretados, ao invés de um simples Throw New Exception(“Erro”). Dessa forma:

Use:

If divisor = 0 Then

 Me.lblErro.text = “O Divisor deve ser maior que 0”

Else

 Me.Resultado.Text = numero / divisor

End If

Evite:

Try

 Me.Resultado.Text = numero / divisor

Catch ex as Exception

 Me.lblErro.text = “O Divisor deve ser maior que 0”

End Try

Cache

 Utilizar o cache de maneira apropriada proporcionará um ganho incrível de performance. Use cache sempre que uma página ou fonte de dados seja compartilhada por diversos usuários e não se altere freqüentemente. Uma listagem de categorias que dificilmente é alterada pode ser armazenada em cache, evitando o acesso constante ao banco de dados e o carregamento da página por parte do servidor. ...

Quer ler esse conteúdo completo? Seja um assinante e descubra as vantagens.
  • 473 Cursos
  • 10K Artigos
  • 100 DevCasts
  • 30 Projetos
  • 80 Guias
Tenha acesso completo