Presença constante do cliente durante a codificação do projeto?

21/01/2019

10

Na XP os cliente fazem parte do processo de construção do software, algumas vezes integrando a equipe de desenvolvimento (a cadeira do cliente vem para a software house), algumas recebendo os devs em seu próprio ambiente de trabalho (os programadores movem as suas cadeiras para o escritório do cliente). Nessa dança das cadeiras quem ganha é o projeto com evoluções constantes e mudanças precisas.

Eu já ouvi e participei de momentos durante o levantamento de requisitos em que cliente e programadores se reuniam, mas nunca como uma mesma equipe, como propõe a XP. Como vocês essa prática? Vocês já trabalharam dessa forma? Tem alguma experiência sobre essa troca ser positiva?
Responder

Post mais votado

21/01/2019

Então...Também trabalho com metodologia ágil e das duas formas citadas por você tendem a ser muito produtivas...Só não concordo muito com os desenvolvedores irem pro ambiente de trabalho do cliente...na minha opinião quem deveria fazer isso é o analista de negócios/analista de requisitos, pois são eles quem entendem e especificam pros desenvolvedores o que tem que ser feito...

Novamente na minha opinião, os desenvolvedores não devem se "desconcentrar" com as solicitações do cliente, que tendem a ser em grande número (pode acreditar, te falo por experiência própria...rs)

Espero ter ajudado!
Responder

Mais Posts

Pela minha experiencia, os clientes, de modo geral gostam muito de participar de um desenvolvimento de software, ver a evolução do mesmo e ver suas idéias sendo implementadas neles, e principalmente, gostam de ostentar quando encontram erros específicos no sistema, erros que não seriam encontrados normalmente sem um olhar ou análise mais crítica.

Esta posição de o cliente gostar de ficar próximo aos desenvolvedores é extremamente saudável para ambos já que encaminha para a entrega de um produto de qualidade. No link https://www.devmedia.com.br/view/viewaula.php?idcomp=33760 encontra-se um video no acervo que fala bem detalhadamente sobre este aspecto do cliente mais participativo pregada pela XP.

Um outro aspecto dentro desta pergunta é o fato de que as profissões de analistas de negócio, sistemas, domínio e analista de requisitos estão com seus dias contados. O aumento de novos programadores a cada ano, a democratização de cursos na área de TI, juntamente com a necessidade de se entregar um produto de qualidade cada vez mais rápido tem exigido que os programadores também entendam de competências que antes eram somente reservadas aos analistas, consultores e arquitetos de software. Assim, o papel do programador máquina que se dedica exclusivamente a implementar códigos baseados em requisitos impressos está completamente desaparecendo e surgindo o programador multi-especialista, que pode incluir até capacidade de gerencia, vendas e RH.

Abaixo segue o curso completo e detalhado do acervo sobre eXtremme Programming:
https://www.devmedia.com.br/curso/curso-extreme-programming-xp/429
Responder
×
+1 DevUP
Acesso diário, +1 DevUP
Parabéns, você está investindo na sua carreira