De que se trata o artigo:

Para um administrador de dados é um trabalho complicado, demorado e árduo analisar cada registro de um log que é gerado através da utilização do SGBD. Para facilitar esse tipo de tarefa apresentaremos neste artigo uma ferramenta que gera relatórios com base nos logs obtidos pelo DBA.


Para que serve:

A Pgfouine é uma ferramenta de apoio à auditoria de banco de dados que permite a geração de relatórios com os logs registrados pelo PostgreSQL, e com isso agilizar e facilitar a visualização de várias informações contidas no arquivo de log.

Em que situação o tema útil:

Nas atividades de auditoria de dados, a ferramenta Pgfouine possibilita que os dados de log sejam analisados com maior praticidade.

Resumo DevMan

Auditoria é um exame cuidadoso e sistemático das atividades desenvolvidas em determinada empresa ou setor, cujo objetivo é averiguar se elas estão de acordo com as disposições planejadas e/ou estabelecidas previamente, se foram implementadas com eficácia e se estão adequadas (em conformidade) à consecução dos objetivos.

Neste artigo veremos um pouco sobre como tratar esta questão contextualizando-a em sistemas de banco de dados e, mais especificamente, no PostgreSQL.

Um bom DBA deve ter na ponta da língua informações relevantes sobre suas bases de dados. Um excelente DBA deve transformar essas informações em suas aliadas, utilizá-las na hora em que necessitar fazer uma mudança tanto na parte física do servidor quanto na otimização das tarefas de utilização dos dados.

Por exemplo, ao realizar uma pesquisa nos dados, temos um tempo de resposta. Caso este tempo seja muito alto ou inviável, o DBA deverá analisar seriamente os resultados emitidos pelos logs do SGBD, pois qualquer ajuste realizado sem conhecimento de dados reais sobre o problema pode ser um “tiro no escuro”. E quando se fala em aperfeiçoamento, o investimento tem por obrigação ser correto, pois temos que utilizar conscientemente os recursos cedidos pela empresa.

Para um administrador de dados é um trabalho complicado, demorado e árduo ficar analisando cada registro de um log que é gerado através da utilização do SGBD. Para facilitar esse tipo de tarefa apresentaremos neste artigo uma ferramenta que gera relatórios com base nos logs obtidos pelo DBA.

Esse será o tema que abordaremos nesse artigo. Para obter os resultados esperados iremos utilizar uma ferramenta chamada Pgfouine que permite a geração de relatórios com os logs registrados pelo PostgreSQL, e assim agilizar e facilitar a visualização de várias informações contidas no arquivo de log.

Configuração e instalação

Para o gerador de relatórios ter um bom funcionamento, devemos configurar corretamente o arquivo de configurações (o postgresql.conf) do PostgreSQL (para esse estudo utilizaremos a versão 8.2 instalada no Windows). Somente após as alterações no arquivo de configuração poderemos utilizar normalmente a nossa base de dados. Sendo assim, partiremos agora para o ajuste no arquivo de configuração. Inicialmente devemos inserir a linha abaixo:

  log_destination = 'stderr'

Nessa linha especificamos o tipo do log, podendo ser syslog, stderr e csvlog. A opção que escolhemos foi stderr. O PostgreSQL suporta vários métodos para registrar as mensagens do servidor, incluindo stderr e syslog. No Windows, eventlog também é suportado. O padrão, e seguido neste artigo, é registrar apenas stderr.

Feito isto, inserimos a linha abaixo para indicar que todas as mensagens stderr deverão ser redirecionadas e armazenadas no log.

  redirect_stderr = on

Nosso próximo passo será especificar o tempo mínimo da duração de uma consulta para a mesma entrar no log. Definiremos como 0 para pegar todas as consultas. O padrão do PostgreSQL traz esse valor com -1, ou seja, não reporta nenhuma consulta ao log.

  log_min_duration_statement = 0

Por fim, definimos o parâmetro log_line_prefix com:

...

Quer ler esse conteúdo completo? Seja um assinante e descubra as vantagens.
  • 473 Cursos
  • 10K Artigos
  • 100 DevCasts
  • 30 Projetos
  • 80 Guias
Tenha acesso completo