Por que eu devo ler este artigo:DevOps (Development + Operations) é um termo que se refere a um conjunto de práticas empregadas para otimizar o desenvolvimento e entregas de soluções de TI.

DevOps não se trata de uma ferramenta, linguagem de programação ou framework, mas sim de um movimento (ou cultura) que visa promover a integração, comunicação e colaboração entre as áreas de desenvolvimento e operações. Essa tem sido a abordagem mais buscada pelas organizações atualmente, tendo em vista os benefícios que ela traz.

No cenário tradicional de TI, e que ainda ocorre em muitas empresas, há uma clara separação entre as áreas de desenvolvimento e a de operações. Essa abordagem muitas vezes gera falhas no processo e, consequentemente, perda de tempo, trabalho e recursos. Um exemplo bastante comum desse tipo de situação se dá quando a equipe de desenvolvimento precisa disponibilizar uma nova versão de uma aplicação, e para isso enviam um pacote (normalmente os binários compilados) para que a área de operações realize a implantação. Como normalmente não há uma comunicação eficiente entre as equipes, comumente ocorrem erros após a publicação que não ocorriam durante o desenvolvimento (daí a famosa expressão “na minha máquina funciona”).

A fim de otimizar essa relação e garantir mais eficiência no trabalho como um todo, o termo DevOps passou a ser empregado. Portanto, DevOps pode ser entendido como uma cultura que depende da participação de toda equipe com foco em um objetivo comum. Assim sendo, não só as áreas de Dev e Ops passam a trabalhar de forma conjunta, mas também outros profissionais podem fazer parte de forma mais produtiva, como analistas de qualidade e testadores.

A Figura 1 a seguir ilustra bem o processo de desenvolvimento empregando DevOps.

Ciclo
de desenvolvimento com DevOps
Quer ler esse conteúdo completo? Seja um assinante e descubra as vantagens.
  • 473 Cursos
  • 10K Artigos
  • 100 DevCasts
  • 30 Projetos
  • 80 Guias
Tenha acesso completo