Tipo: Tutorial

recursos: nota Quickupdate, Conteúdo Boas Práticas

De que se trata o artigo:

Este artigo descreve conceitualmente o recurso herança de tabelas oferecido pelo Gerenciador de Bancos de Dados Objeto-Relacional (SGBDOR) PostgreSQL. Além de conceituar, será dada ênfase em exemplos diversificados, visando esclarecer a utilidade e a forma de utilização de tal recurso bem como compreender a sintaxe específica do PostgreSQL para herança de tabelas. Como objetivo o artigo busca explorar a forma que o PostgreSQL permite a implantação do recurso de herança, limitando-se em apresentar detalhes para: criação dos tipos (type) de dados, criação das tabelas (table) e desenvolvimento de consultas (view e function) dos dados.

Em que situação o tema útil:

Durante o desenvolvimento deestruturas para armazenar dados, existe a necessidade de levar em consideraçãoexigências das aplicações e recursos que o banco de dados oferece. O banco dedados PostgreSQL 9.0 apresenta algumas características importantes de seremconhecidas. As funcionalidades do PostgreSQL estão em conformidade com o SQL-92e ainda admite vários recursos da SQL:1999. Neste sentido, o presente artigovisa apresentar formas de utilização do recurso de herança em tabelas.

Trabalhando com herança no PostgreSQL

Neste artigo será apresentada a sintaxe do PostgreSQL bem como suas modificações (da versão 7.1 em diante) para implementação de herança em tabelas. Será criado um banco de dados e duas tabelas (uma delas com herança) para testar o funcionamento das consultas sobre tais dados. Para conhecer motivos de implantar tabelas com herança, serão desenvolvidas tabelas sem herança, para no final do artigo realizar comparações em um modelo com herança e um modelo sem herança. Embora algumas fontes indiquem que não é vantajoso utilizar herança, inclusive alguns sites indicam não utilizar, o artigo destaca a importância e os aspectos que podem obter vantagem com o correto uso de herança.

O padrão SQL:1999 (ver Nota do DevMan 1) introduziu uma série de extensões, para o até então suficiente padrão SQL-92. Uma das extensões do SQL:1999, definida como “herança de tabela”, é parcialmente oferecida pelo PostreSQL. Para utilizá-la é necessário compreender a sua respectiva sintaxe. Ao longo deste artigo será apresentado desde como implementar o recurso de herança até como realizar as consultas em tabelas que herdam atributos.

Nota DevMan 1. Padrão SQL:1999

SQL:1999 ou SQL3 é um conjunto de tipos, formas de armazenamento e operações sobre dados. Este conjunto foi proposto por uma série órgãos e publicado na ISO (International Organization for Standardization) em 1999. A proposta é fruto de anos de estudo e tem como resultado um documento onde são definidas regras e demais detalhes de funcionamento que constituem o padrão SQL:1999.

...

Quer ler esse conteúdo completo? Seja um assinante e descubra as vantagens.
  • 473 Cursos
  • 10K Artigos
  • 100 DevCasts
  • 30 Projetos
  • 80 Guias
Tenha acesso completo